Embaixada do Brasil em Paris 🇧🇷❤️🇫🇷

Bonjour mês amis, tudo bem ?

Hoje vou levar vocês para conhecer um

Pedacinho do Brasil em Paris, na verdade você vai conhecer um lindo Palacete do século XIX aonde localiza-se a nossa Embaixada, é lindíssimo, vem comigo!

Pois é pessoal, tivemos esse fim de semana a Jornada Europeia do Patrimônio, que é uma celebração da história e da memória de cada país participante.

É uma oportunidade única de descobrir ou redescobrir os monumentos, edifícios e jardins que compõem a história e a memória coletiva do continente. Durante as Jornadas, vários monumentos, instituições, prédios públicos e outros endereços que costumam ser interditados ao público em geral ficam acessíveis a todos. Além disso, nestes dois dias, vários monumentos e museus têm entrada gratuita.

Criado pelo ministério da Cultura da França em 1984, o evento acontece atualmente em cerca de 50 países europeus simultaneamente. Na França, participam das Jornadas aproximadamente 17.000 monumentos/instituições, entre eles está a Embaixada do Brasil e eu fui finalmente conhecê-la!

Eu era doida pra conhecer a Embaixada, na verdade, eu tenho muita vontade de trabalhar lá ou no Consulado, para quem não sabe, eu sou graduada em Direito, advoguei alguns anos antes de mudar radicalmente minha vida para o mundo da fotografia, mas sempre gostei de Direito Internacional e me lembro muito bem das aulas do Professor Caio Vono, que lecionava na PUC-MG, sempre falando das embaixadas e serviços diplomáticos, era encantador!

Diante de tão bem vinda oportunidade, eu fui conhecer e aproveitei para fazer muitas fotos da Embaixada, que é lindíssima, magnifique!

Bem em frente à embaixada tem um lindo corredor de árvores, que nesse outono já está enriquecendo o ambiente com tanta beleza!

Você sabe o que é uma Embaixada e para que serve?

A Embaixada é a presença oficial de uma nação em um País estrangeiro e os embaixadores são figuras de vital importância para a política externa de seus países.

É seu dever proteger os interesses do País que representa e de seus cidadãos. Além disso, é a primeira instância de negociação com o governo local.

No entanto, não devemos confundir as embaixadas com os consulados.

O Consulado tem como função principal oferecer proteção e assistência aos cidadãos de seu país que estão viajando ou moram no exterior, além de serem responsáveis pela emissão de documentos de viagem, como vistos e passaportes.

Na ausência dos Consulados, as Embaixadas se encarregam dos assuntos referentes aos cidadãos e suas documentações.

Vale notar que os consulados também são chefiados por diplomatas, mais conhecidos como cônsules.

Preferencialmente, os brasileiros que tiverem problemas fora do país, como perda de documentos, e precisarem de um socorro do governo, devem procurar os consulados. Na ausência de um consulado na cidade, o cidadão pode contactar a embaixada, onde será atendido pelo setor consular.

Em época de eleições presidenciais, é possível votar dentro dos consulados e embaixadas. Nas eleições estaduais e municipais, não é possível votar, e o cidadão que tiver domicílio eleitoral no Brasil deverá justificar sua ausência quando retornar ao país.

MAS AFINAL, O QUE FAZ UM EMBAIXADOR?

Assim como qualquer outro diplomata, eles são responsáveis por:

➡️Representar o governo brasileiro e promover os assuntos e interesses oficiais do Brasil junto a outros países;

➡️Informar o governo sobre os acontecimentos no país estrangeiro;

➡️Promover relações amistosas e desenvolver as relações econômicas, culturais e científicas entre as duas nações.

O Brasil tem espalhados pelo mundo 120 embaixadas, 63 consulados e vice-consulados e outros 16 escritórios para auxiliar os cidadãos.

A Embaixada do Brasil em Paris está localizada na antiga mansão da família Schneider desde 1971 e é uma construção de 623 metros quadrados (numa extensão de 1859 metros quadrados), concluída na primeira metade do século XIX.

O primeiro proprietário da casa foi Arthur Louis Gibert.

Em 1865, a propriedade foi transferida para suas duas filhas, Elise Lucia Camille, Condessa de la Roche Aymont e Guillermine Marie Lucia, A Condessa de Ferronnays.

A casa foi depois comprada pelo banqueiro Demacht e Seillère, para ser revendida em 1900 para Eugene Schneider (1868-1942), grande industrial siderúrgico, que transforma o antigo edifício residencial em palácio

Em 16 de julho de 1971, o Governo Brasileiro comprou o edifício da família Schneider por um montante de 14 milhões de francos para instalar a Chancelaria da Embaixada do Brasil.

A Embaixada está super conservada, passou por restauração e se mantém em perfeito estado, pelo menos foi essa a impressão que tive!

Na entrada, você pode admirar o portão, com o rosto de leão Hércules vestindo sua pele. Direita, no corredor de entrada, vemos as Armas da República Federativa do Brasil.

O atual embaixador do Brasil na França é o diplomata Paulo Cesar de Oliveira Campos, natural do Rio de Janeiro, Brasil, assumiu o posto em 2015.Ao entrar na Embaixada, você pode ver fotos dos Embaixadores do Brasil e também estão expostas algumas das bandeiras históricas do Brasil – como a bandeira do Império do Brasil , utilizada de 1822 a 1889.

Também no lobby, há um busto de bronze de Alexandre de Gusmão (1695-1753), diplomata Português nascido no Brasil na época da colônia, que se distinguiu na corte de D. João V de Portugal, nomeadamente participando nas negociações do Tratado de Madrid de 1750, definindo as fronteiras territoriais na América do Sul entre os impérios português e espanhol.A escada de honra, com seus degraus de pedra, e seu corrimão de ferro forjado e bronze dourado, leva ao andar superior, onde estão atualmente instalados, entre outros, na antiga sala de música e biblioteca, as mesas de trabalho da embaixada.

Pude ver um conjunto de figuras femininas de terracota do Vale do Jequitinhonha, no estado de Minas Gerais, é obra de Izabel Mendes da Cunha. Por 80 anos, seu estilo único, temas e técnicas, que ela transmitiu a três gerações de sua família, tiveram um profundo impacto no artesanato regional. Em 2004, Dona Izabel, orgulhosa de sua região, recebeu o Prêmio de Artesanato da UNESCO para a América Latina e o Caribe. Suas representações vêm da vida cotidiana, como noivas famosas, mães que amamentam e camponeses.Na escadaria estão penduradas duas gravuras de Sebastião Salgado, famoso fotógrafo brasileiro, conhecido e premiado várias vezes em todo o mundo. A primeira foto foi tirada na Serra Pelada, uma antiga mina de ouro no norte do Brasil, fechada hoje. O segundo, no alto da escada, representa “As Anavilhanas”, cerca de 350 ilhas de floresta do Rio Negro, um afluente do Amazonas, que constitui o maior arquipélago fluvial do mundo.Acima da gravura “Serra Pelada”, pode-se ver uma pintura de 1958, em óleo sobre tela, do grande artista brasileiro Di Cavalcanti, conhecido como “Vigneron” e representando uma cena de trabalho rural.Também na escadaria estão duas pinturas, “Caos e Cosmos” de 2015 e “Bourbon” de 2014, do artista brasileiro Fernando Barata. A tela “Um após” de Dolino também pode ser apreciada. Este artista utiliza elementos gráficos de inspiração geométrica, fiéis à tradição da arte moderna brasileira.

A grande galeria apresenta cinzeiros do Arsenal da Marinha do Rio de Janeiro e cinco bustos de bronze representando ilustres brasileiros:

– José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838), um dos pais da independência brasileira, estadista, estudioso e poeta;

– Pedro I do Brasil (1798-1834), filho de Jean VI e primeiro imperador do Brasil;

– Machado de Assis (1839-1908), um dos maiores escritores do Brasil, fundador e presidente do Perpétuo Academia Brasileira de Letras;

– Augusto Severo (1864-1902), um político e aeronauta brasileiro, que morreu em Paris em 1902, durante a explosão de sua aeronave, a “Pax”;

– Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes(1746-1792), mártir da independência do Brasil.

Esta galeria tem vista para o grande salão – hoje o escritório do embaixador. Ele inclui, além do trabalho de mobiliário, um busto do Barão do Rio Branco (1845-1912), o pai da diplomacia e do Ministro dos Negócios Estrangeiros por dez anos, 1902-1912, ano da sua morte brasileira.

A antiga sala de jantar do hotel é atualmente usada como sala de reuniões, mas também é usada como sala de eventos. Tem vista para o pátio interior e para o edifício de tijolos, que agora abriga outros serviços da embaixada.

Um espaço no primeiro andar também está aberto aos visitantes que podem ver os bustos de bronze de outros brasileiros famosos:– Alberto Santos-Dumont , pioneiro da aviação (1873-1932). Nascido de um pai francês emigrou para o Brasil e uma mãe brasileira, Santos-Dumont passa a maior parte de sua vida na França. Ele constrói e voa a bordo de muitos balões e projeta o primeiro dirigível equipado com um motor a gasolina. Ele fez vários testes com diferentes aeronaves, como o 14 bis, a bordo que ele fez em Bagatelle, 23 de outubro de 1906, que é considerado o primeiro vôo de uma aeronave. No Brasil, o “Dia dos Aviadores” é comemorado nessa data.

– Almirante Tamandaré , da Marinha do Brasil. Durante o período do Império, Joaquim Marques Lisboa (1807-1897), chefe da Marinha do Brasil, participou de várias guerras pela defesa do território nacional. Ele recebeu o título de Marquês de Tamandaré por serviços prestados ao Império. No Brasil, “o dia de Marin” é comemorado em seu aniversário, 13 de dezembro.

– O Duque de Caxias , general do exército. Luiz Alves de Lima e Silva (1803-1880) é o chefe do exército brasileiro. Ele é um líder militar em um momento em que o Brasil está passando por várias revoltas internas e grandes conflitos com os países vizinhos. Ele consegue trazer a paz ao país e por isso recebe o título de “Pacificador do Brasil”. O “Dia do Soldado” é comemorado no Brasil em seu aniversário, 25 de agosto.

Ao lado da sala do Embaixador tem uma sala de funcionários da Embaixada, igualmente linda e suntuosa, com um jardim ao lado e uma fonte linda!

A Embaixada é realmente linda e preservada, espero que possa sempre cumprir sua principal função, que é auxiliar os brasileiros e representar o Brasil com dignidade, lealdade e justiça! Agora uma dica especial. Eu pude finalmente conhecer o Restaurante da Paula, que está localizado na Embaixada. É uma delicia, de um capricho enorme e tenho que dizer, quanta coisa gostosa! Foi um sucesso visitar a embaixada e ainda poder degustar das delícias brasileiras!Fica a dica para quem quiser comer uma comida brasileira e deliciosa!Ela funciona durante a semana e precisa fazer reserva pelo telefone: 06 26 61 30 67

Endereço: 34 Cours Albert 1er Paris, France

É isso pessoal, espero que tenham apreciado o passeio!

Beijos 😘

Vanessa 🌻

Fontes:

➡️Wikipedia

➡️http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2009/11/a-embaixada-e-a-presenca-oficial-de-uma-nacao

➡️Folhetos informativos adquirido na Embaixada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s