Um passeio pela Belle Époque, Maxim’s e Art Nouveau 🎩


Salut mês amis, tudo bem?

Hoje vou levar vocês para conhecer mais um pouco da história de Paris, vamos passear pelo Maxim’s e saber um pouco mais sobre seu glamour, sobre a linda Belle Époque e Art Nouveau.


Maxim’s é um restaurante que existe em Paris, mais precisamente no quartier da Igreja da Madeleine, pertinho da Praça da Concórdia, desde os primórdios de 1893.

Ele foi fundado durante a Belle Époque, que significa “Bella Época”, foi um período de cultura cosmopolita na história da Europa que começou em 1871 e durou até a eclosão da Primeira Guerra Mundial em 1914. A expressão também designa o clima intelectual e artístico do período em questão, foi uma época marcada por profundas transformações culturais que se traduziram em novos modos de pensar e viver o cotidiano.



Foi considerada uma era de ouro da beleza, inovação e paz entre os países europeus, novas invenções tornavam a vida mais fácil em todos os níveis sociais, e a cena cultural estava em efervescência: cabarés, o cancan, e o cinema haviam nascido, e a arte tomava novas formas com o Impressionismo e a Art Nouveau.


Além disso, “Belle Époque” foi representada por uma cultura urbana de divertimento incentivada pelo desenvolvimento dos meios de comunicação e transporte , que aproximou ainda mais as principais cidades do planeta. Foi um período caracterizado pelo otimismo, a paz regional, prosperidade econômica e inovações culturais, científicas e tecnológicas.


No clima do período, especialmente em Paris, as artes floresceram. Muitas obras-primas da literatura, música, teatro e artes visuais ganharam reconhecimento, a Belle Époque foi nomeada, em retrospecto, quando começou a ser considerada uma “Idade de Ouro”, em contraste com os horrores da Primeira Guerra Mundial.


Ocorreram ainda várias mudanças no mundo da arte na Europa, fazendo com que teatros, exposições de telas, cinemas, entrassem no cotidiano dos burgueses.


O estilo chamado art nouveau (“arte nova” em português) foi típico da Belle Époque.


A art nouveau valorizava os ornamentos, as cores vivas e as curvas sinuosas baseadas nas formas elegantes das plantas dos animais e das mulheres. É uma arte essencialmente decorativa sendo as principais obras desse estilo fachadas de edifícios, objetos de decoração (móveis, portões, vasos), jóias, vitrais e azulejos, eu particularmente sou apaixonada por Art Nouveau e em Paris temos seus sinais por todos os lados.





Mas voltando ao Maxim’s, o responsável pela fundação foi Maxime Gaillard, antes garçom de um bar das proximidades. No começo servia refeições a operários, mas, depois os patrões passaram a frequenta-lo, quando então servia ostras frescas, sopa de cebola, frango assado, escalopes de vitela, rabos de porco, lagostas, linguado ao conhaque.



Seu apogeu foi entre o final do século XIX e o início da Primeira Grande Guerra, embora funcione até hoje. Sofreu grande reforma quando da Exposição Universal de 1889.


O Maxim’s foi muito frequentado pelo brasileiro Santos Dumont. O inventor chegara a Paris em 1892 e no restaurante encontrava seus amigos como o joalheiro Louis Cartier, o engenheiro Gustave Eiffel (construtor da famosa Torre Eiffel, símbolo de Paris), o editor do New York Herald, James Gordon Bennett. Também ali conheceu o caricaturista e escritor George Goursat, que era como um ‘”clone” de Dumont. Ambos se vestiam de modo quase idêntico, inclusive com com o mesmo tipo de chapéu que caracterizou o inventor.

O local serviu de local para filmagem do filme “Meia Noite em Paris”, quando Gil Pender e Adriana viajam no tempo e vão parar na Bele Époque, é lindo de ver.


Hoje, o restaurante e a marca Maxim’s pertencem a Pierre Cardin. Outros restaurantes Maxim’s foram abertos em Genebra, Mônaco, Bruxelas, Tóquio, Xangai e Pequim. A marcaMaxim’s foi estendida para diversos produtos e serviços de natureza sofisticada e possui diversas  lojas com diversos produtos.

As fotos abaixo eu fiz a loja do Carroussel du Louvre.


Realmente Paris possui um glamour que ultrapassa todos os tempos, cada época tem sua beleza, seu glamour e sua delicadeza, vir a Paris é viajar no tempo, é conhecer a história ao vivo, seja andando pelas ruas, visitando seus museus, admirando sua arquitetura, ouvindo sua música, tomando seu café, degustando seu vinho ou saboreando sua comida, são variações sobre o prazer, Paris é uma cidade para degustar!

O passeio foi bom? Espero que sim!

Bisous et à bientot!🌻

Vanessa🌻

Fonte: Wikipédia, fotos do Google e arquivo pessoal.

5 comentários sobre “Um passeio pela Belle Époque, Maxim’s e Art Nouveau 🎩

  1. Pingback: Restaurante La Fermette Marbeuf 🥰 – Blog da Vanessa Geraldeli 🌻

  2. Pingback: A Art Noveau em Metrôs de Paris✨ – Blog da Vanessa Geraldeli 🌻

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s